Blog livre,para dar sugestões e denunciar problemas de qualquer natureza que afectem Alfena. Participem comentem digam da vossa justiça com seriedade. ALFENA precisa de todos.

25
Out 09

O presidente da distrital do PSD do Porto quer um corte geracional na liderança do partido e não apoia a eventual candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.

 Marco António Costa quer que liderança do PSD se liberte do Presidente da República


 

  O líder da distrital PSD do Porto quer que o próximo Conselho Nacional do partido marque eleições directas para renovar a liderança social-democrata. Marco António Costa quer uma renovação e rejuvenescimento da direcção nacional do partido, de forma a que os dirigentes possa trabalhar sem interferências do Presidente da República. Ouça estas declarações na reportagem do jornalista Nuno Moura Brás.

 

2009-10-12 18:46:42

  


Porto, 15 Out (Lusa) - A Comissão Politica Distrital do Porto do PSD anunciou hoje que as eleições para os órgãos distritais em funções decorrerão no próximo dia 14 de Novembro, tendo o actual presidente, Marco António Costa, admitido recandidatar-se ao cargo.

  

Em comunicado, o presidente da distrital social-democrata sustenta que "o PSD do Porto deve rapidamente reorganizar-se para o ciclo de combate à governação socialista no distrito, devendo fazê-lo antes do período de discussão dos programas e orçamentos municipais, de forma a poder dar o melhor apoio às Secções e aos autarcas recém-eleitos".

Marco António Costa adianta que o mandato da actual comissão política termina no dia 1 de Dezembro e que, por isso, decidiu convocar as eleições para 14 de Novembro.

  


Corredor do Poder

Espaço de debate sobre todas as situações relevantes do espaço público nacional. Moderado por Sandra Sousa, conta com um painel fixo de 5 convidados: Ana Drago, Margarida Botelho, Nuno Melo, Marcos Perestrello e Marco António Costa.

22 de OUTUBRO veja aqui

 

 

Fazer uma ruptura de gerações, para dar lugar aos mais novos poderia ser uma ideia simpática se fosse coerente e não simbolizasse esquecer, desrespeitar e ignorar os mais idosos.

Senão podemos concluir que o Marco António vê a politica sem passado nem futuro....ouçam o que afirmou nesta quinta feira, "...que está na hora de renovar e fazer um choque de gerações no PSD..."

 Se for coerente com o que diz não conseguirá explicar porque apostou em cancelar a lista do PSD em Alfena-Valongo, em plena corrida eleitoral. Era a lista mais jovem que se candidatava pelo PSD e com figuras muito respeitáveis, mas que não tinha interesses instalados, nem presentes nem futuros, logo não havia razão para ser impedida de continuar, ou terá sido exactamente por isso??

Ao contrário foi apoiado um grupo de cidadãos independentes UPA, que nem na altura das legislativas se deram ao trabalho de mostrar alguma ligação ao PSD que os ia apoiar discretamente, nem uma bandeira exibida na rua nem uma iniciativa de Campanha eleitoral....nada. Mas ao contrário do que se esperaria foi o grupo que foi impedido de representar o PSD, que escreveu aos cidadãos de Alfena um Manifesto com um apelo ao Voto no PSD nas legislativas, com as despesas a serem feitas às próprias custas. Nem um Obrigado do PSD Concelhio!

Pois parece que não havia muito interesse que o PSD ganhasse as legislativas....????!!! Para provocar a saída da Drª Manuela Ferreira Leite do PSD e abrir o caminho para o tal choque de gerações....?

Este Marco colocou o 2º mais antigo Autarca do País a concorrer na Câmara de Valongo, e não pensou em fazer renovação na sua própria esfera de influencia, mas quer agora dar palpites baseado em "olha para o que eu digo não olhes para o que eu faço", a nível nacional.

Acordem!

RENOVAR sim! Mas com sentido de responsabilidade.

Temos que unir o PSD em torno da sua génese, e não em torno de 1 ou outra pessoa, temos um "patrono" Francisco Sá Carneiro, temos uma filosofia e "doutrina".

Venham os líderes que vierem, pois sem espírito de serviço e humildade, nunca avançaremos para a modernidade e continuaremos nesta morbilidade.

PSD/PPD é mais que um Partido é uma alternativa séria para governar com provas dadas mas com grandes dificuldades de governar a sua casa. Penso que sem UNIDADE jamais o partido será capaz de sobreviver e de se impor como alternativa.

Precisamos a nível Nacional de estar unidos com quem seja capaz de unir e não dividir, tarefa difícil, mas possível.

Mas aqui em ALFENA as coisas ainda estão piores, pois temos dois grupos de costas voltadas a contar as "espingardas" para as próximas eleições do núcleo. Aqui temos todos responsabilidades de dar o passo em frente, e pensar no PSD de Alfena, esse precisa de todos a caminhar no mesmo sentido e direcção.

O nosso grupo ALFENA PARA TODOS, de sociais democratas PSD/PPD na sua maioria, está unido e determinado em REUNIR quem queira apostar no partido como um só e não como o de 2 ou 3 senhores....

Realmente chegou a hora de ver quem quer assumir a tarefa de liderar o projecto de unir as bases do partido sem pensar num dos lados....Aparecer um candidato apoiado por todos os segmentos seria a forma de se conseguir uma força imparável, como no inicio do partido.

 

 

E a nível nacional teria que ser na mesma um líder de consensos,de paixão e pragmático. Como foi Sá Carneiro!

 

 

 

   Paulo Basto  

 

 



Nada que o Dr. Marco António não nos tenha já habituado...

Tal qual Frei Tomás: Olhem para o que ele diz... e não para o que ele faz...

É por causa de políticos deste timbre que a abstenção é galopante (e não venham com histórias de cadernos eleitorais desactualizados... isso não explica tudo)
RRibeiro a 25 de Outubro de 2009 às 14:12

Os disparates de MAC não são ingénuos.
As atitudes de MAC visam apenas e só a perpetuação do actual estado de sítio em que vive o PSD nos útlimos 14 anos.
O PSD vive neste momento uma crise de identidade terrível.
O PSD enfrenta neste momento uma crise de identidade e de valores que podem, e a manter-se o actual estado de coisas, levarão ao desaparecimento do partido.
Neste momento o PSD não é mais do que um Centro de Emprego em larga escala, um sindicato de interesses e de amigalhaços que, sem ideias ou ideais, em nada contribuem para o bem estar das populações. Espera-se pelas eleições para colocar amigos nas listas, que são cozinhadas nos corredores da Distrital do PSD no Porto.
Será que alguém já atentou nas personalidades escolhidas para representar o nosso partido e o nosso Distrito na Assembleia da Républica?
Viram o que aconteceu na elaboração das listas para a Câmara de Valongo e para a Junta de Freguesia de Alfena? 
Se atentarmos nos exemplos que temos perto de nós, podemos facilmente constatar que Marco António Costa personifica como ninguém a realidade a que chegou o PSD.
Sem doutrina ou ideais, sem soluçlões ou projectos para o futuro do País.
A marcação de eleições na Distrital do PSD para um curto espaço de tempo, 30 dias, sem possibilitar o debate interno ou o debate acerca dos miseráveis resultados das eleições Legislativas ou Autárquicas no Distrito do Porto, e impossibilitando ainda o aparecimento de alternativas à liderança da maior Distrital do partido, é a prova cabal do rumo negro a que o PSD se encontra votado.
No nosso Concelho, e na nossa Freguesia os seus mais recentes aliados, Arnaldo e Palhau, depois de terem obtido o que pretendiam, sem doutrina ou ideais para a freguesia e para o concelho, nada mais pretendem do que afirmarem projectos pessoais de poder, tal como Marco António.
O momento actual é crítico. O PSD está à beira do precipício e a caminhar rapidamente em direcção a esse precipício.
O futuro não é auspicioso, nem para o País, nem para o concelho de Valongo, nem para a freguesia de Alfena nem para o PSD.
O PSD só estará à altura dos desafios que se afiguram se for capaz de atirar borda fora pessoas como Marco António, e credibilizar-se perante os portugueses.
O desafio é grande, mas vale a pena, não?
madeinalfena a 25 de Outubro de 2009 às 14:44

   


         Marco António e os seus Despautérios


 


Amigo Marco António, fiquei surpreendido com a anulação da lista do PSD de jovens, que tinha sido aprovado pelos órgãos do partido, em beneficio de uma lista de menos jovens com a agravante de agrupar todos os traidores do partido e segundo a minha opinião não ganhou nada com isso.


Fiquei a pensar que estivesse a atravessar um momento menos bom de saúde.


Depois de ouvir a sua entrevista em que afirma ser necessário a ruptura de gerações; reflectindo nisso fiquei preocupadíssimo que o amigo Marco António ainda esteja em idade de 1ª geração, mas que o seu cérebro já esteja em estado adiantado do fim da 2ª geração o que poderá faze-lo ficar no fim da 2ª lista, e tenho pena!


Parafraseando


" Corri o mundo aprendi o saber dos desenganos e só depois compreendi quanto valem os anos".
"A rapidez da execução é a inimiga da perfeição"
Como amigo compreendo porque acontece a muito boa gente.
Espero que seja passageiro.
Receba um abraço do seu amigo Moasyr.

 


 

Moasyr a 26 de Outubro de 2009 às 08:36

E o pior já chegou, aconselho a todos aqueles que queiram assistir um programa circense , que na próxima sexta feira se dirijam pelas 21.00 horas ao edifício da Junta de Freguesia de Ermesinde. Não percam vai "botar" fogo, vale a pena pelo excelente espectáculo /P>

Até lá

Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 16:07

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
28
29
30
31


Clique nos ANUNCIOS
arquivos
pesquisar
 
links
mais sobre mim
contador
online
comentários recentes
Pois já se passaram 5 anos e o que melhorou? Tudo ...
   Este Sr. está cheio de razão ,porque ...
BoasJá agora... o Alfeneiro aguenta-se para sebe? ...
Saudações a todos os Alfenenses, Gostaria que me ...
Boa noite, segundo me informaram na proxima semana...
Ora cá está um "regresso" que merece ser saudado.....
Pedido de ajuda ao povo de AlfenaAcontece desta fo...
Em tempo útil, dei informações à Junta de Freguesi...
bom congresso.... nem que seja um so dia... realme...
Em primeiro lugar, gostaria de felicitar o autor d...
blogs SAPO